Deputado “Café no Bule” anuncia apoio a Renato Casagrande na Assembleia Legislativa

268
Casagrande, Enivaldo e Jacqueline

O deputado estadual Enivaldo dos Anjos (PSD) anunciou, ao participar da posse do governador Renato Casagrande e da vice-governadora Jacqueline Avelino, ambos do PSB, que estará na base de apoio do novo governo na Assembleia Legislativa para ajudar na “tarefa de conduzir o Espírito Santo por caminhos seguros e rumo ao futuro.

“Vamos iniciar uma nova etapa, com novo governo, na busca de um Espirito Santo cada vez melhor. Estarei na Assembleia Legislativa representando a população que me confiou o voto”, disse Enivaldo dos Anjos, que apoio a candidatura vitoriosa de Renato Casagrande, a exemplo do que já havia feito em 2014, quando Renato perdeu a disputa para Paulo Hartung.

A declaração de Enivaldo dos Anjos (PSD) entra em sintonia com o discurso do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Erick Musso (PRB), que assegurou ao governador Renato Casagrande que a Casa estará ao lado do Governo para assegurar-lhe a governabilidade.

POSSE

O novo governador do Espírito Santo, José Renato Casagrande (PSB), chegou para a cerimônia de posse na Assembleia Legislativa às 14h26. Casagrande estava acompanhado de sua esposa, Maria Virgínia Moça Casagrande, e da vice-governadora eleita, Jacqueline Moraes da Silva Avelino (PSB), que também chegou ao Palácio Domingos Martins junto com seus familiares.

Os novos condutores do Executivo estadual foram recepcionados por correligionários e autoridades políticas e militares. No trajeto até o Plenário Dirceu Cardoso para a sessão solene de posse, Casagrande cumprimentou o público, posou para fotografias e aguardou no Salão Nobre da Assembleia Legislativa para sua entrada oficial.

A mesa de honra foi composta pelos novos governador e vice-governadora e pelos membros da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa: presidente, Erick Musso (PRP); 1ª secretária, Raquel Lessa (Pros); 2º secretário, Enivaldo dos Anjos (PSD) e 2ª vice-presidente, Janete de Sá (PMN).

Também compuseram a mesa o presidente do Tribunal de Justiça do Espírito Santo, desembargador Sérgio Gama; o presidente do Tribunal Regional do Trabalho (TRT/ES), Mário Ribeiro Cantarino Neto; o procurador-geral de Justiça, procurador Eder Pontes; o capitão de mar-e-guerra Sílvio Fernando Ferreira, da Capitania dos Portos; o comandante do 38º Batalhão de Infantaria, Carlos Alexandre de Oliveira Costa; o presidente eleito da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/ES), José Carlos Rizk Filho; e o conselheiro Rodrigo Chamoun, representando o Tribunal de Contas do Espírito Santo.

Após a composição da mesa de honra, houve a cerimônia de entrada das bandeiras do Brasil e do Espírito Santo, acompanhada pela banda da Polícia Militar do Espírito Santo. A banda não executou os hinos nacional e estadual em respeito ao luto devido ao falecimento do ex-governador Gerson Camata, morto no último dia 26. Houve apenas um rufar de tambores e um toque solene de clarim.

Após o rito de introdução, os novos comandantes do Poder Executivo fizeram seu compromisso de posse. O juramento está previsto na Constituição Estadual e no Regimento Interno da Assembleia Legislativa: “Prometo manter, defender e cumprir as constituições federal e estadual, observar as leis e promover o bem geral do povo espírito-santense”.