Cemitério de Barra de São Francisco tem menos de cem vagas disponíveis

322

Inaugurado em meados da década de 70, há mais ou menos 40 anos, o cemitério da sede do município de Barra de São Francisco está à beira da morte. Nesta quinta-feira pela manhã, 10, antes do sepultamento do ex-vereador Victor Hugo Vargas, a reportagem do site Voz da Barra conversou com o gerente do local, Prudente outros funcionários e eles confirmaram que existem menos de cem vagas no local.

Para se ter uma ideia do problema, é preciso estatísticas: Só no ano passado, foram 339 óbitos em Barra de São Francisco e mais de 60% deles exigiu sepultamento no cemitério da Sede. Embora muitas famílias tradicionais tenham túmulos no cemitério, aquelas que não têm, já não tem mais condições de fazer.

O ex-vereador Carlos Rubens da Silva, o Carlim da Dengue, que estava presente ao enterro do ex-vereador, também falou com a reportagem do site e disse que o prefeito terá que “se virar” para construir um novo cemitério este ano, já que a expectativa é de que as vagas acabem ates do final do ano. “Eu disse pra ele que hoje, o único local na cidade onde sanda existe terreno para se construir um cemitério é na região da Vila Luciene”, comentou.

Em 2017 o prefeito Alencar Marim teve que promover a exumação de corpos em dezenas de covas para abrir vagas no cemitério. No ano passado, a Secretaria Municipal de Obras chegou a abrir mais espaço na parte baixa do cemitério, onde havia uma ruela, para abrigar novas covas, mas a medida foi paliativa, como reconhece o secretário municipal de Serviços, Jair Fernandes Filho, o Fernando Carabina.

“O nosso cemitério é muito antigo e a cidade cresceu muito nos últimos 20 anos. O novo cemitério já deveria ter sido construído há pelo menos cinco anos, mas acabou sobrando essa demanda para a administração atual”, observa.

LIMPEZA

Carabina disse ainda que a grama está alta no local e o mato está crescendo por causa do período chuvoso – quando as plantas se desenvolvem mais rápido – e também porque um dos funcionários está de férias. “Na semana que vem ele está retornando e acredito que poderemos fazer o trabalho de limpeza do local”, disse.

Fonte: vozdabarra (Weber Andrade)